Páginas

22 fevereiro 2012

TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PULGAS E CARRAPATOS


Hoje dicas importantes para o cuidado com os nossos bichinhos e que também tem tudo a ver com o verão e as férias, os carrapatos e pulgas.

Nós sabemos que esses parasitos atacam nossos animais durante todo o ano, mas como o clima apropriado para sua reprodução são estes meses mais quentes a quantidade dele aumenta muito no ambiente tornando mais difícil o controle destas pragas.

Outra coisa que contribui são as viagens de férias da família. Muitas vezes o animal fica exposto a novos ambientes como gramados, praias e outros animais, lugares excelentes pra se pegar carrapatos! Ou então, se o seu amigo fica num hotelzinho, ta aí outro problema, alguns hotéis não tomam o cuidado de desparasitar o ambiente de tempos em tempos e muitos proprietários mandam seus cães infestados de parasitas a estes lugares, e como nesta época os hoteizinhos ficam cheios, pode ocorrer a transmissão de um animal pra outro.

Então vamos começar hoje falando sobre os:

CARRAPATOS:
Se seu problema é com pulgas, clique aqui!


Os carrapatos são aracnídeos e não insetos, são hematófagos (se alimentam de sangue) na sua fase parasitária e ocorre em animais silvestres, domésticos e até mesmo no homem.
Raramente os gatos apresentam carrapatos pois fazem a toalete diária dos pêlos e conseguem tirar os parasitas maiores.
Eles passam por 2 fases de vida distintas: a fase Parasitária e a fase de Vida Livre .

  • Fase Parasitária (onde ele está sobre o hospedeiro), que corresponde a apenas 10% da vida dele, é a fase em que você pode ver o carrapato sobre o animal, sugando seu sangue. É nesta fase onde as doenças são transmitidas.
  • Fase de Vida Livre (onde ele vive no solo, em tocas, ninhos e na vegetação) corresponde a 90% do tempo de vida do carrapato e é quando ele já se ingurgitou de sangue e agora se desprendeu do animal e está à procura de um local para colocar seus ovos. Por isso é tão importante que se trate o ambiente junto com o animal para se ter sucesso no controle deste parasita.

Pouco tempo pós nascerem, as larvas sobem na vegetação ou nas paredes, agrupadas, e ficam esperando a passagem de um hospedeiro com as patinhas para cima. Elas são capazes de sentir mudanças de temperatura, vibração do ar, concentração de CO² e odor, para identificar a aproximação do hospedeiro.
E no hospedeiro o carrapato vai passando de larva pra ninfa e depois para adulto e a fêmea acasala com um macho e aí ela se enche de sangue e desce pra reiniciar um novo ciclo.


Cão infestado de carrapatos
A Doença do Carrapato
A Erlichiose (ou doença do carrapato) é transmitida pelo carrapato quando está se alimentando do sangue do cão, na hora em que ele deposita sua saliva anti-coagulante dentro da ferida que abriu afim de se alimentar.
A Erlichia é uma riquétsias ("parente" das bactérias) que são parasitas que só conseguem sobreviver dentro de uma célula no corpo de um hospedeiro. 
Dentro do corpo, na fase aguda da doenla, essa riquétsia se reproduz dentro das células dos animais e em órgãos como baço e fígado, levando ao aumento destes órgãos. As células infectadas com o parasito são transportadas pelo corpo, causando inflamação dos vasos, rins e outros órgãos.
Ocorre também a destruição das plaquetas e hemácias, levando a um quadro de anemia e trombocitopenia.
Nesta fase que se inicia de 1 a 3 semanas após a infeção e dura de 2 a 4 semanas, o animal pode não apresentar sintomas.
A fase subclínica se inicia logo após a aguda e pode durar até 5 anos e o animal não manifestar a doença porém se um carrapato lhe picar, este ficará com o parasita em sua glândula salivar e ao picar um animal sadio transmitirá a erlichiose.

Adoro a grama!

Ou seja, mesmo que seu animal não tenha mais carrapatos, mas já teve algum dia, ele pode ser portador da doença e ela pode se manifestar em até 5 anos.

Após esta fase a qualquer momento a doença pode ficar crônica, e o animal apresenta os seguintes sintomas: Anorexia, prostração, perda de peso, linfonodos aumentados, sangramento nasal, petéquias (pequenas hemorragias subcutâneas que aparecem como pintinhas vermelhas na pele,mais visíveis nas mucosas e barriga), diarréia escura, vômitos, problemas oculares, alterações neurológicas, podendo muitas vezes levar o animal a morte caso não seja tratado o mais rápido possível!

O diagnóstico é feito através do histórico, anamnese e um hemograma e o tratamento é feito com antibióticos específicos durante no mínimo 28 dias ininterruptos e suplementos para combater a anemia severa.
Muitas vezes é necessária a realização da transfusão de sangue imediata para salvar a vida do animal devido a anemia intensa.

O anima após tratado e curado pode pegar novamente a doença caso seja picado novamente por um carrapato infectado.

Além da Erlichiose, que é a mais comum, outras doenças podem ser transmitidas pelo carrapato, como a Babesiose, e as zoonoses Doença de Lyme e a Febre Maculosa


Mas como acabar com os carrapatos?
Agora a parte que estavam todos esperando, como finalmente livrar seus Pets desses bichos indesejáveis! Acabar com essa praga exige do proprietário persistência e assiduidade, mas é possível!

-Limpando os animais:
Deve-se primeiramente banhar o animal com sabonete comum de coco e retirar* os carrapatos visíveis.
Passe aqueles medicamentos em forma de pipeta que se coloca na nuca do animal separando o pêlo, de acordo com o peso do cão e de marcas confiáveis (exemplos: Frontline Plus, Fiprolex, Advantage Max3, Promeris Duo). Em caso de dúvida peça para o veterinário fazer a aplicação.
Esta aplicação deve ser mensal por no mínimo 6 meses (o ideal é passar mensalmente por toda a vida) e deve ser feita em todos os cães da propriedade ao mesmo tempo!
*Para se retirar corretamente os carrapatos é preciso que se pressione a porção da cabeça do carrapato e faça uma rotação com o corpo, pois os carrapatos se prendem como parafusos à pele dos animais. Fazendo isso se impede que a porção da boca do carrapato fique na pele do cão, causando inflamação e coceira.


-Limpando o ambiente: 
Ao mesmo tempo que cuida do cão, junte todos os paninhos em uso dos animais e lavem com desinfetante e deixem ao sol quente para secar, com isso as larvas presentes nos panos vão morrer.
Passe aspirador na casa toda, incluindo sofás e tapetes (se possível mande o tapete para uma lavanderia para lavar), retire o animal por um tempo da casa e faça uma mistura de Triatox (vendido em Petshops e agropecuárias) e água (siga a bula) espirre sobre a casa toda, sempre de cima pra baixo (lembra que os carrapatos tem a tendência de subir nas paredes e objetos?).

No quintal, faça o corte da grama e limpe o mato, e jogue a mistura do Triatox também no quintal inteiro (caso seja muito grande utilize um aspersor, daqueles de veneno), jogue a mistura nas paredes da casa, equipamentos, gramado, casinha do cachorro, canil, todo lugar que possa servir de toca e abrigo às larvas, sempre de cima pra baixo até a altura do telhado.
Você vai precisar fazer isso aproximadamente 2 vezes na semana, durante 3 meses no mínimo!

Área infestada de carrapatos

Casos muito graves pode ser necessário que o ambiente seja dedetizado por uma empresa especializada.

ATENÇÃO! Antes de espirrar o produto em móveis, pisos especiais e tecidos faça um pequeno teste em local não visível pra ver se o produto não vai causar manchas!


Lembrete:
Toda vez que seu cãozinho for viajar ou ir pra chácara, ou praia, etc, passe o anti-carrapatos de pipeta uma semana antes da viagem e procure não deixar o animal solto dentro de matagal. Sempre faça uma catança diária após os passeios!
Estourar carrapatos NÃO liberam ovos que depois eclodirão no ambiente. Para um ovo eclodir é preciso que seja posto pela fêmea do carrapato naturalmente.

Mantenha seus animais sempre "vistoriados" e limpos, sem nós nos pêlos e com as consultas sempre em dia no veterinário.
Procedendo desta maneira não há carrapato que resista e em pouco tempo seus Pets estarão livres e saudáveis, sem coceiras ou doenças.


Espero que tenham gostado pessoal, em breve farei um post dedicado especialmente às Pulgas.
Continuem acompanhando e enviando dicas de temas!